VANDA ELIZABETH ZANELLA


Arquiteta

Vanda Elizabet Zanella nasceu em Encantado, no Rio Grande do Sul, em 16 de dezembro de 1955. Em 1983 formou-se em Arquitetura e Urbanismo pela Ulbra. Por algum tempo atuou na arquitetura bancária e de interiores na capital gaúcha.

Em 1998 montou escritório em Garopaba, Santa Catarina. Atualmente, vem executando vários proje- tos na região, através da empresa VEZ DAS ÁRVO- RES.


Método

De um lado o programa de necessidades, de outro a realidade do terreno, ambos atrelados a um custo e todos eles orientados pelo processo de uma ar- quitetura harmonizada ao lugar.

Hoje não podemos comprometer nosso meio am- biente, simplesmente porque estaremos compro- metendo nossa vida. Então é preciso ter consciência da fragilidade do planeta em que habitamos e como arquitetos produzir a boa arquitetura, sem egos, cui- dando de cada obra e do lugar onde esta será in- serida.

Sim, existem as leis ambientais, mas sem consciência elas não servem para nada.

Linguagem

Fica difícil de definir como linguagem, eu diria que sou levada a projetar seguindo um sentimento de harmonizar, então depende do lugar, se é próximo ao mar, suavizar, se é na encosta em meio ao verde, mimetizar, se temos uma paisagem com belos visu- ais, integrar e sempre que possível projetar a favor da natureza.

Tudo que precisamos para fazer uma edificação sau- dável encontramos no meio em que vivemos, exis- tem bons exemplos na arquitetura vernacular de lugares distintos.

Ideia

A idéia inicial surge de um longo diálogo e de uma profunda observação do lugar.

O diálogo com o homem se aprofunda na intimidade dos seus sonhos e desejos completos, que aos pou- cos vão se revelando (aí é preciso garimpar emoções) e a nós arquitetos cabe ouvir com muita atenção.

A observação do lugar é mais intimista, é um sentir sutil de tudo aquilo que já está ali, real e se impondo: solo, visuais, vegetação, sol, vento, etc. Neste mo- mento é preciso não só ouvir, mas também ver e registrar.

Tem grande importância nas decisões projetuais, a con- cordância harmônica das informações iniciais:

Homem + natureza + design = edificação harmônica (sustentável sempre que possível)


Projeto

O pensar arquitetônico precisa vir acompanhado de uma compreensão maior de tudo o que nos cerca, de um pensar reflexivo da arquitetura até aqui rea- lizada:

Será que ela está sendo feita para ser saudável ao homem?

Será que ela, a arquitetura, vem ao encontro de nossos desejos de beleza, proteção e durabilidade?

Por que ela precisa ser imponente?

Um lugar para se habitar; um lugar para aprender; um para fazer lazer; um para trabalhar; outro para contemplar, meditar, fazer arte.

Lugares diferentes e ao mesmo tempo para homens que anseiam a mesma coisa: a felicidade.

E agora, cabe aos futuros arquitetos menos osten- tação e mais verdades, menos formalismos e mais harmonia. A cultura do local fala, a paisagem natural fala, o material que necessitamos normalmente está próximo, é só prestar atenção e deixar os cinco sentidos em alerta, para fazer uma arquitetura na medida certa para o homem.



Não sei se poderia chamar o que venho realizando de BIO-ARQUITETURA ou ARQUITETURA ANTRO- POFÁSICA, como definiu certa vez um amigo.

É complicado colocar um rótulo no caminho. É todo um processo de maturação e experiências...

Sinto que soluções mais sustentáveis precisam com urgência estar presentes na atual maneira de se projetar, pois é questão de qualidade e sobrevi- vência.

Quando você é coerente e dá exemplos que funcionam fica fácil conscientizar que este é um caminho possível. Aí você tem colaboradores e dis- siminadores desta arquitetura de menos impacto e mais humanizada.

Atualmente faço uma arquitetura contemporânea utilizando muitas vezes materiais reciclados mes- clados aos novos, consciente por estar colaborando com a conservação do meio ambiente.


OBRAS
PRONTAS

Casa Vermelha

Explicação arquitetonica
sobre algum detalhe da foto

Publicações

Algumas obras
que fizeram parte
de editoriais.

VEZ
DAS ÁRVORES
ARQUITETURA SUSTENTÁVEL


Contato

vanda.vez@gmail.com
48 3354 0912
48 9127 3130